Serviços

services1

Subestações: equipamentos e redes de automação

Profissionais capacitados para desenvolver novos projetos na área industrial e de sistemas de potência de distribuição e transmissão, além de otimizar e melhorar sistemas já implantados, através de consultorias e adequações dos projetos.

services2

Elétrica Predial

A BRIT ENGENHARIA cria e executa projetos elétricos prediais, além de avaliar projetos já implantados.

services4

Geração Fotovoltaica

Com foco no presente e no futuro, a BRIT ENGENHARIA vem criando e realizando implantações de projetos de geração fotovoltaico com o objetivo de diminuir custos fixos de consumo de energia elétrica de seus clientes, além de contribuir de forma satisfatório com o meio ambiente.

Sobre a BRIT

  • Fundação

    Fundação

    A BRIT é uma empresa de Engenharia Elétrica fundada em 2015, por um grupo de engenheiros e técnicos com mais de 20 anos de experiência no Setor Energético. Desde então, tem executado diversos serviços na área elétrica (Instalações Industriais e Prediais, Manutenção e Automação de Sistema de Potência) e hoje vem dando ênfase na implantação de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica, desde a elaboação do projeto até o resultado final entregue ao cliente, fornecendo ao mesmo garantia pelos serviços prestados e um acompanhamento com profissionais altamente qualificados.

  • Qualidade

    Qualidade

    Evoluir juntamente com o mercado e adequar-se às tendências de forma competitiva são pontos de grande importância para a empresa. Para isso, a BRIT Engenharia prioriza a qualidade dos seus produtos e serviços, a partir de um rigoroso planejamento e acompanhamento de todas as etapas do projeto, além da qualificação constante de seus profissionais.

  • Compromisso

    Compromisso

    Os serviços são constantemente inspecionados pela equipe de modo a assegurar que o cliente final receba o produto dentro das especificações técnicas contidas no contrato e alcance a satisfação total.

Perguntas frequentes

Sistema de Compensação de Energia Elétrica

De acordo com a resolução normativa 482 da ANEEL: Para fins de compensação, a energia ativa injetada no sistema de distribuição pela unidade consumidora, será cedida a título de empréstimo gratuito para a distribuidora, passando a unidade consumidora a ter um crédito em quantidade de energia ativa a ser consumida por um prazo de 60 (sessenta) meses.
De acordo com a resolução normativa 482 da ANEEL: os montantes de energia ativa injetada que não tenham sido compensados na própria unidade consumidora poderão ser utilizados para compensar o consumo de outras unidades previamente cadastradas para esse fim e atendidas pela mesma distribuidora, cujo titular seja o mesmo da unidade com sistema de compensação de energia elétrica, possuidor do mesmo Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Cadastro de Pessoa Jurídica (CNPJ) junto ao Ministério da Fazenda.
De acordo com a resolução normativa 482 da ANEEL: os créditos de energia ativa resultantes após compensação em todos os postos tarifários e em todas as demais unidades consumidoras, conforme incisos II a VI, expirarão 60 (sessenta) meses após a data do faturamento e serão revertidos em prol da modicidade tarifária sem que o consumidor faça jus a qualquer forma de compensação após esse prazo.
De acordo com as respostas dadas pela ANEEL, no FAQ seu próprio site, sobre a resolução 482: Não. A distribuidora não pode alegar redução da flexibilidade de operação para impedir a conexão de um agente de geração. Quando da conexão de unidades de geração distribuída ao sistema, cabe à distribuidora, na qualidade de responsável por garantir a prestação dos serviços públicos de distribuição de energia elétrica com qualidade e confiabilidade, encontrar soluções técnica e economicamente mais razoáveis para conexão dos geradores e atendimento eficiente aos demais consumidores.
Sim. A Equatorial publicou a norma NT.31.020 em outubro de 2014 com a finalidade concentrar e sistematizar os requisitos de informações técnicas pertinentes às novas conexões ou alteração de conexões existentes, de consumidores que façam a adesão ao sistema de compensação de energia, ao sistema de distribuição em média tensão dada CEMAR – Companhia Energética do Maranhão e da CELPA – Centrais Elétricas do Pará S/A.
Nessa norma são apresentados os requisitos para a conexão de microgeração à rede de baixa tensão (BT), da CEMAR e da CELPA para unidades consumidoras monofásicas, bifásicas e trifásicas, através de fontes renováveis com base em energia hidráulica, solar, eólica, biomassa ou cogeração qualificada, conforme regulamentação da ANEEL.
De acordo com a norma técnica NT.31.020: se todas as etapas do processo forem realizadas com o maior prazo (pior caso), o tempo entre a solicitação de acesso e a aprovação do ponto de conexão é de 49 dias.

Contato


Rua Getúlio Vargas, 17A, Sala 01
Souza - Belém - PA

Fale Conosco